Garota Problema


Como conquistar uma garota?
30 de setembro de 2008, 12:59
Filed under: relacionamentos | Tags:

Uma das principais buscas que fazem com que as pessoas visitem esse blog é “como conquistar uma garota?”. Pelo visto os meninos andam com dificuldade nisso. Devido ao que eu tenho visto e passado resolvi escrever sobre. Não é bem um manual sobre como “conquistar garotas”, mas sim passando o meu (só meu) ponto de vista, do que eu sinto e observo sobre o assunto.

É difícil generalizar todas as mulheres da face da Terra, até porque cada uma tem seu estilo, sua cultura, etc. Nenhuma mulher é igual a outra e isso é óbvio, por mais juntas que elas andem, por mais que seu grupo pareça igual, não se engane, não é igual.
Num grupo de mulheres pode existir desde a mais santa, em todos os sentidos, até a mais descarada, em todos os sentidos. Mas também existe a que se faz de santa e a que se faz de descarada.

Na hora do flerte é possível ser quem quiser. A gente (homens e mulheres) escolhe quem quer ser, caça ou caçador; a gente escolhe ou o outro escolhe primeiro e cabe a nós aceitar. Esses papéis podem se inverter a qualquer momento, afinal de contas é um jogo sem regras.
Por ser sem regras, ele permite qualquer coisa. Tenho observado que alguns homens andam direto demais. Não conquistam, chegam chegando, mandando na lata o que querem. Nãããão! Eu acho isso tão terrível. Atualmente o amor, o sexo, relacionamentos andam tão banalizados e ser tão direto assim torna tudo mais artificial ainda. É péssimo. Devo admitir que deve existir mulher por aí que curte, mas eu acredito que a maioria ainda preza pelo romantismo. Nessa hora os homens escolhem o personagem de cafajeste, de pegador, garanhão. E é muito idiota a mulher que aceita assumir o papel de puta.

Mil vezes aquela coisa de olhar, ver e ser visto, os sorrisinhos, aguardar a entrada do cara no MSN, ver que ele fuçou seu Orkut (cara, eu sou bre-ga!), esperar até o dia tal pra ver ele no lugar tal. Ensaiar o que vai falar e chegar na hora não sair nada conforme foi planejado, trocar mil e uma vezes de roupa achando que isso vai ajudar em alguma coisa (as vezes ajuda, hehehe). No final o que conta é ser você. Ta, eu sei que isso parece difícil, “ser você”. Mas não é! Ser você, no meu caso ser eu, é fazer todas essas coisas. Claro que isso não acontece com todo cara em potencial. Eu tenho várias personagens para vários tipos de cara. E aposto que todos os caras, e minas, têm suas personagens também. Isso não faz ninguém ser diferente de si mesmo, só ajuda…ou atrapalha! No caso do homem assumir o papel de cafajeste, comigo atrapalha; e no caso do homem assumir o papel de pseudo-namoradinho atrapalha também. Odeio ser tratada como objeto e odeio muito grude, muito chiclete.

Meninos, para conquistar uma garota vocês têm que ir pelas bordas. Primeiro contato visual, depois uma conversa e é na conversa que a gente mostra pra que veio. Nessa hora perguntar sobre os interesses dela (mesmo já sabendo de alguns), falar sobre interesses em comum e deixar ela falar, mas sempre prestando atenção, você pode estar num mundo paralelo, mas é importante que o mundo paralelo seja o que ela está falando. Mulher costuma ser detalhista, então não adianta fingir que está escutando e depois não se lembrar de nada. Eu sei que homens não curtem todo esse processo, mas para conseguir conquistar, de verdade, uma garota ele é essencial. Lembrando que toda regra tem sua exceção e que não existe um manual, uma receita para ser seguida passo-a-passo, basta ser você.

Anúncios