Garota Problema


eu gosto de pessoas felizes
27 de março de 2009, 10:31
Filed under: corpo, cotidiano | Tags: , ,

Já postei diversas vezes sobre felicidade, aceitação e como conseguir as duas coisas. Gosto muito desse assunto pois acredito que todos têm dificuldade em aceitar certos defeitos pessoais. Eu, por exemplo, vivo numa batalha contra a balança, contra espinhas que insistem em aparecer, queda de cabelo, com que roupa sair de casa…e por aí vai. Costumo pregar que ser feliz consiste em se aceitar do jeito que é, tentando mudar (pra melhor) sempre e fazendo com que a sua felicidade contagie os demais.

Outra coisa que eu sou fascinada é em moda. Assino váááários feeds sobre o assunto e amo de paixão isso. Vou dormir pensando na roupa do dia seguinte, tenho um guarda-roupa abarrotado de peças que às vezes parecem não fazer sentido e começa o stress de “com que roupa eu vou”. Hoje, navegando pela net, eu descobri um blog que serve de MUITA inspiração. Em vários sentidos! A garota autora desse blog não segue nenhum padrão de beleza, o que já me deixou feliz. Não que ela não seja bonita…é sim…eu achei ela linda, mas não só esteticamente. É visível a felicidade da pessoa em ser ela mesma. Ela parece conviver bem com ela e não ter problema nenhum com isso, ela se aceita.

Não nego que em um primeiro momento eu me assustei assim que vi a foto, mas dois posts depois eu já estava achando tudo incrível, que força essa garota emana. Ela é um exemplo de que a gente pode ser feliz como é, como também é exemplo de que a moda serve para altos e baixo, gordos e magros…

Olha o slogan da moça:

Pour toutes celles qui pensent que la mode ne se limite pas à un nombre compris entre 34 et 44!

Com o pouco de francês que eu entendo, eu posso dizer que é: Para todos aqueles que pensam que a moda se limita dos números 34 ao 44!

Não é demais?

bat12bat21

Visite a moça! www.leblogdebigbeauty.com

Anúncios


Inauguro uma série
19 de março de 2009, 12:08
Filed under: relógios que eu não consigo ver a hora | Tags: , ,

Tenho um problema que, acredito eu, grande parte da população mundial também o tenha: dificuldade para ver as horas em relógios, a menos que sejam digitais, é claro.
Pela internet eu já achei vááários relógios que eu não consegui nem ADIVINHAR a hora. É osso. Mesmo usando relógio analógico todos os dias eu ainda tenho dificuldade. Falar as horas para os outros é uma tortura, como se fosse um teste. Pensando nisso inauguro hoje uma série com os relógios que eu vejo por aí…
Pra começar, quem me mandou esse foi o @geeknerdnanico:

ledbinarywatch-blue1

link



os caras da minha vida
10 de março de 2009, 16:10
Filed under: aleatório, eu quero!, Uncategorized | Tags: , , ,

Tava tipo assim pensando nos homens da minha vida. Não da minha vida real, lógico…mas daqueles caras que me fazem querer ver não só o filme todo mas os outros que eles fizeram, alguns que eu conto os dias da semana só pra poder ligar a TV e poder ver ele ali, na tela da TV do meu lar.

Seth Rogen: foi um achado. Vi ele no filme “O Virgem de 40 anos” e eu amei…Amei muito mais porque nesse filme tinha o meu lindinho Paul Rudd. Seth Rogen é tudo o que eu procuro: alto, não é nada atlético nem musculoso, é uma mistura de loiro com ruivo (repara nisso, mudam as tonalidades…genial!), usa óculos, tem um jeito nerd, se veste de forma descolada, fica liiiindo demais de terno e tem um senso de humor incrível. AMO mil vezes.

Paul Rudd: Paul Rudd apareceu na minha vida por volta de 1997, quando eu tinha 8 anos e o filme “As patricinhas de Beverly Hills” passava na Tela Quente, da Globo! Poxa, de cara eu me amarrei naquele “bad boy”. Na realidade ele não era bad boy, fazia o tipo “não ligo pra nada, gata…mas tô aqui pra você”, ou algo do gênero. Bom, eu, criança de 8 anos gostei, mas ainda não o via como homem, saca? Daí anos depois eu assistindo “Friends” quem aparece? O Mike, namorado da Phoebe, lembra? Pois é, o Mike é o Paul Rudd…e eu fiquei com invejinha (branca) da Phoebe. Bom, depois disso a internet já estava ai pra galera, então eu comecei a pesquisar mais sobre o que ele já tinha feito e agora eu vejo todos os filmes que ele faz ou que já tenha visto mas que eu ainda não achei…às vezes algum canal resolve passar alguma comédia romântica dos anos 90 para o meu deleite!

Rafael Cortez: Eu lembro muito bem a primeira coisa que eu fiz quando vi Rafael Cortez no CQC: meu queixo caiu…tipo aquela coisa de você ficar babando. Que homem é esse dels? Manda um a-go-ra pra minha casa. Óbvio que eu fui xeretar a vida alheia e procurar ele no orkut, né? Só que eu e mais trocentas meninas tivemos a mesma brilhante idéia, porém nem todas tiveram a brilhante idéia de fuçar e dizer tchau. NÃÃÃÃÃO. E piriguete se contenta em só fuçar e ver a vida alheia? Resultado: um monte de scraps pro cara. Não fui nem idiota a ponto de pensar em adicionar, até porque ele já está adicionado no meu coração </brega>. Daí eu achei o BLOG dele. E comecei a ler…E quando eu era a primeira a ler, graças ao meu ócio do ano anterior e do meu feed que me avisava, eu comentava…mas só quando sabia que seria a primeira ou uma das…pq né? Certeza que ele não ia ler nada e nem ia lembrar do meu nome, nem de nada…até que um dia ele me reconheceu! Ok, essa última parte é invenção :D Rafael Cortez, se você jogar seu nome no Google e cair no meu blog saiba que eu sou gamada em você oks?  Beijomeliga, mas liga mesmo.

Ok, esse é meu Top 3 da TV/Cinema. Ainda tem o Josh Radnor – o Ted de How I Met Your Mother, Stephen Moyer – Vampire Bill de True Blood e alguns outros, mas não muitos…tá achando que eu sou facinho?