Garota Problema


os melhores de 2008

Todos os blogueiros fazem suas listas de ‘Os melhores do ano’ e eu não vou perder a oportunidade de falar sobre o que me fez feliz esse ano. Tá, foram MUITAS coisas, muitas mesmo. Confesso que eu quebrei umas promessas que fiz pra mim, mas tudo bem, todo mundo saiu ileso…menos eu.

Livros: Chorei litros com ‘Marley & Eu‘, sério. Li com uma caixinha de lenços do lado. ‘Ensaio Sobre a Cegueira‘ eu não li, devorei! Li no trem, no metrô, andando, na rodoviária, eu simplesmente não consegui parar de ler, é ÓTIMO.

Marley & Eu

Marley & Eu

Cinema: Em ‘Ensaio Sobre a Cegueira‘ adaptação do livro foi fantástica. Meirelles conseguiu transformar o que estava na minha mente em filme. Foi tão fiel à minha imaginação que eu me surpreendi. AMAY. Assisti também o lindo ‘MyBlueberry Nights ‘, de Kar Wai Wong, e zenti eu super recomendo esse filme. É pra quem gosta de romance sem ser água-com-açúcar. A melhor comédia pra mim foi ‘Zack and Miri Make a Porn‘, eu definitvamente amo o Seth Rogen, pra mim ele é o Paul Rudd mais novo. Animação ficou por conta de Wall-E, da Pixar, que explora o futuro que nos condena, na minha humilde opinião.

Wall-E

Wall-E

Música: Ai, agora complica né. Esse ano foi musicalmente lindo. Fui em vários shows, fotografei, escrevi bastante sobre música, conheci muita banda bacana. Vamos lá aleatoriamente, porque eu não lembro a ordem de nada. Pra começar eu amay uma banda daqui da região do Vale do Paraíba, Copacabana Café. Eles tocaram na minha festa de aniversário e tem um som lindo! Fiz um texto sobre o CD aqui. Uma descoberta via Trabalho Sujo foi Lykke Li. A primeira impressão que eu tive de Lykke foi ‘ela é uma bailarina, ou me lembra os meus tempos de bailarina’. Com ela eu vejo tudo em tons pastéis. Tirando a minha banda “café-com-leite” (porque não conta), a música que eu mais ouvi esse ano foi ‘Always Where I Need To Be‘, do The Kooks. QOTSA não ficou de fora da minha playlist.

Meu disco pop favorito foi Circus, da Britney. Aliás, eu amo o fato dela estar de volta, mais bitch do que nunca, mas sempre com aquela cara de menina inocente (“não foi minha culpa, gente!”).

The Kooks é só amor

The Kooks é só amor

Séries: The Big Bang Theory dispensa apresentações. How I Met Your Mother foi a série que eu viciei esse ano. Assisti 3 temporadas em menos de um mês! Gossip Girl teve sua primeira temporada em 2007, finalizando em 2008, mas voltou com a segunda temporada incrível. Ai são tantas outras coisas,  é só ver aqui.

Não substitui Friends, mas é incrivel

Não substitui Friends, mas é incrível

Basicamente 2008 foi isso. BASICAMENTE! Teve tanta coisa. muita coisa mudou de uma hora para outra, MESMO! Terminei meu segundo ano da facul (com média excelentes, ok?), arrumei estágio, sai do estágio, arrumei emprego, estou empregada, conheci gente, muita, muita gente. Eu sinto que vou começar 2009 muito bem, obrigada. Não vou colocar meia dúzia de palavras clichês porque todo mundo tá exausto de ler essas coisas. A única coisa que eu posso escrever é que todo mundo deveria correr atrás do que quer, com muita determinação, foi graças a isso que eu posso falar que 2008 não foi o melhor ano, mas eu fiz o meu melhor.

Tchau 2008, te amay. Beijo, mas não me liga.

Tchau 2008, te amay. Beijo, mas não me liga.

Oi 2009, tô doidinha pra te fazer acontecer!

Anúncios

5 Comentários so far
Deixe um comentário

Bom saber sobre Marley e Eu, dei esse livro pra minha mãe de Natal.

Comentário por luizumc

Então, eu nem acho graça nesse seriado dos nerds. Será que é porque eu me identifico muito?

Comentário por Gustavo Falso

Melhor filme do ano pra mim (filme num geral) foi Wall-E. Perfeito. Adorei também MyBlueberry Nights que tinha assistido ainda no começo do ano e Zack and Miri Make a Porn é Kevin Smith fazendo o que ele sabe de melhor. O cara é mother fucker. The Big Bang Theory e Sarah Connor Chronicles foram os seriados pra mim. Gossip Girl tb me surpreendeu. Começou meio “High Scool Music”, mas rapidamente se destacou pela trama densa. Gostei muito. De música fiz minhas pazes com o Blues e o Indie. Uaaaaala! Muito bom, guria!
See Ya!

Comentário por ed pontes

Ensaio sobre a cegueira movimentou meu ano. tanto o livro quanto o filme. Sem contar todos os outros livros do Saramago que agora estou lendo.

Matheus

Comentário por O Último Romance

The Kooks é só amor mesmo!
Always é demais! =]

Comentário por Bruna Pinheiro




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: